menu

Image Map

26 de novembro de 2013

Dicas de etiqueta





Olá pessoal. Já que estão chegando as festas de fim de ano, e é normal que participemos de festas em família, amigos e na empresa resolvi fazer um post com dicas de comportamento nas festas. Quero dizer que não sou nenhuma expert no assunto, porém pesquisei bastante e reuni as dicas para facilitar sua vida.

1°- Regras de etiqueta em almoços e jantares:

Pouca gente as conhece bem, mas isso não é motivo pra fazer feio. Hoje as pessoas preferem receber de maneira mais informal. Mas a especialista recomenda cuidado para não transformar a informalidade em falta de educação. Consultores de etiqueta orientam que se estiver em dúvida, procure um livro sobre o tema, pesquise na internet ou, dependendo da ocasião, contrate um profissional especializado para ajudar.

Dicas ao anfitrião


1. Leve à mesa só garrafas de vinho, que são elegantes. Para sucos, mates e refrigerantes, uma opção simpática é colocar o líquido em uma jarra bem bonita!

2. Se for usar guardanapos de papel, opte pelos grandes e desenhados (com flores, desenhos assimétricos etc).

3. Os convidados que derrubarem um talher ou guardanapo no chão devem recolher o que caiu – mas cabe ao anfitrião providenciar outro para reposição.

Dicas ao convidado

1. Celular: Nunca deixe-o sobre a mesa. Mantenha-o na bolsa, de preferência no vibracall. Se tiver de atender, seja breve.

2. Assoar o nariz: Se precisar, levante e vá ao banheiro.

3. Palitar os dentes: É feio! Uma pessoa prevenida carrega sempre fio dental para essas emergências. E, claro, faz isso no banheiro.

4. Apoiar os cotovelos na mesa é errado. O correto é apoiar o antebraço.

5. Sentar-se à mesa sem camisa: mesmo que esteja apenas em família ou entre amigos, é profundamente deselegante comer sem blusa.

6. Falar alto: ninguém quer saber o que você está falando. Modere a voz.

7. Fumar: a fumaça incomoda, além de fazer mal à saúde. Nas refeições, incomoda mais ainda – principalmente quem não fuma.




2°- Festa da empresa:

1.Se a comemoração é um churrasco num sítio é imprescindível levar um kit de sobrevivência com, no mínimo, protetor solar, sabonete, xampu, camiseta extra, toalha e... roupa de banho. “Esse é um momento delicado. Todo o cuidado é pouco!

2.Você não se sente tão à vontade com o pessoal da empresa e considera levar um amigo
em qualquer tipo de ocasião, só se leva um acompanhante se isso estiver explícito no convite ou se for verbalizado pela chefia. Caso contrário, “além de ser extremamente indelicado, o risco de criar saias-justas é imenso.

3.Você não quer passar dos limites, mas o uísque é de graça e seu chefe segue oferecendo mais, simplesmente rejeite e agradeça. Estabeleça um limite. Pois ficar bêbado na festas da empresa ou eventos de negócios não é bom para manter sua reputação e, principalmente, seu cargo. 



3°Dress code:

O termo inglês designa as regras do vestir e serve para que o convidado saiba qual é o tom da festa e assim não se sinta deslocado por conta do figurino eleito.
Ainda se usa? Segundo os consultores, sim. Trata-se de uma valiosa indicação no convite sobre o estilo do evento e como você deve ir vestido. É um passaporte para a festa e deve ser respeitado. Imagine ir a um evento vestido de jeans e encontrar todos de traje social. No mínimo, você vai se sentir deslocado. Veja os significados dos trajes solicitados nos eventos:

Traje esporte -

Pede roupa descomplicada. Para as mulheres, vestido leve ou calça com blusinha, sem salto. Para os homens, camisa e calça esportiva resolvem. Para ambos, é permitido o jeans, desde que não esteja surrado. Mas nem pense em aparecer de bermuda e tênis.

Esporte fino, traje passeio ou tenue de ville -

Nesse caso, há um pouco mais de formalidade. Um salto e um vestido caprichado são bem-vindos. Para os homens, não há necessidade de gravata, mas se pode usar blazer sobre a camisa. Troque a calça jeans por uma de gabardine ou brim.

Traje social, social completo ou passeio completo -

As mulheres devem optar por vestidos de tecidos nobres (seda, musselina, bordados) e os homens, terno e gravata.

Black-tie ou traje a rigor -

A indicação é smoking para os homens e vestidos longos para as mulheres. Brilhos e joias completam o visual feminino, como também um bom penteado.


4°Regras de etiqueta na troca de presentes:

Trabalho

No serviço é preciso tomar cuidado com o presente, pois mesmo os funcionários que têm amizade precisam agir com discrição para não gerar antipatia com o restante do grupo. Em situações que se quer dar algo apenas para um colaborador como forma de agradecimento, o correto é não entregar o embrulho na frente de todos, mas, sim, enviar para a casa dele.


A mesma atenção se estende ao amigo-secreto. Não dê algo íntimo ou que fuja do valor estipulado. Nesta hora, adotar a lista de presentes e se ater às regras da brincadeira é o melhor a se fazer.
Mas se não houver lista, vale a pena apostar em um vale-presente, pois ele carrega o valor acordado pela equipe e o presenteado pode escolher o que mais lhe agradar, dentre os vários produtos vendidos na loja. O que não se deve fazer é entregar algo de maior valor para o chefe, pois esse tipo de situação é um prato cheio para fofocas no ambiente corporativo.

Família

Apesar de ser mais fácil presentear os familiares devido à intimidade e por conhecer o gosto pessoal, também é preciso estar com o radar ligado. “Seja com a família de casa ou com os demais, é interessante equilibrar os valores destinados aos presentes.


Nessa regra, contudo, não cabem relações em que se espera algo mais elaborado, como o presente dos padrinhos ao afilhado. Se bater a vontade de entregar algo especial apenas para um familiar, faça à parte para não gerar o sentimento de predileção.

Faculdade

Apesar de ser um ambiente com tom informal, a faculdade não foge às regras de etiqueta. Por isso, evite trocar mimos dentro da sala de aula, próximo a outros colegas, a menos que se trate de um amigo oculto coletivo. Dessa forma é mais gentil e não gera hostilidade no grupo
.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Propaganda