menu

Image Map

26 de novembro de 2013

Cádmio nas bijuterias

Olá pessoal tudo bem? Vocês ja devem ter ouvido falar sobre um teste que foi realizado e acusou um alto nível de cádmio em bijuterias vindas da china. Bem, resolvi fazer um post no blog sobre o assunto.

Você sabe o que é Cádmio? É um elemento químico de símbolo Cd, possui o número atômico 48 e massa atômica relativa 112,411 u. É um metal de transição, branco azulado. Por ser muito raro, é obtido sempre como produto secundário da extração de outros elementos, principalmente, do zinco.




Um teste revelou níveis altíssimos de cádmio em um carregamento de dezesseis toneladas de bijuterias vindas da china. O cádmio é um metal tóxico, que pode causar sérios problemas de saúde. Brincos, pulseiras, anéis e cordões como esses podem ter ido parar em lojinhas e camelôs em todo o país. E o pior é que não há legislação no Brasil sobre o assunto. Esses produtos são proibidos nos Estados unidos e na Europa. A suspeita era de fraude fiscal. Os importadores, que não tiveram os nomes divulgados, teriam declarado um valor abaixo do que as peças realmente valeriam. Uma amostragem de 24 bijuterias do carregamento apreendido foi analisada. Quatorze delas têm a presença de cádmio em níveis que assustaram os peritos.



 As quantidades encontradas variam de 32% a 39% da liga metálica em anéis, colares e pulseiras. Para você ter uma ideia do risco, em 2010, os Estados Unidos retiraram do mercado milhares de bijuterias chinesas que continham o metal tóxico. O governo e a indústria americanos chegaram a um acordo e estabeleceram o limite de apenas 0,03% de cádmio em bijuterias.Na União Europeia, a regra é ainda mais dura. Desde 2011, está proibida concentração superior a 0,01%.

No Brasil, a porcentagem de cádmio encontrada nas peças ainda retidas no porto do Rio é quase 4 mil vezes maior do que seria permitido na Europa. No laudo, os peritos "alertam para o risco da presença deste metal pesado para a saúde humana". A especialista confirma que o cádmio também pode ser absorvido pela pele.





Apesar dos riscos à saúde apontados pelo laudo da Receita Federal, a Anvisa não vê motivo para alarme.

Fontes: http://g1.globo.com/ http://g1.globo.com/fantastico/
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Propaganda